Notícias

Voltar

 

Notícia publicada no dia: 10/05/2016

A solução para salvar sua empresa pode estar bem longe dos seus olhos

 

 

 

Se alguém lhe dissesse que a melhoria na formação de professores poderia ajudar a diminuir a taxa de mortalidade infantil de um país, você acreditaria nessa possibilidade? A informação parece não fazer sentido, mas a realidade é que os dois problemas já estiveram totalmente conectados nos Estados Unidos – e essa descoberta fez com que a taxa fosse reduzida enquanto Paul O'Neill atuou no governo daquele país, na década de 1960. Se em um primeiro momento isso também não parece fazer sentido em uma coluna de economia, a explicação é simples: a intenção é mostrar como é importante trabalhar na identificação da origem dos problemas da sua empresa, especialmente em momentos de recessão econômica.  

O exemplo do que aconteceu na gestão de Paul O'Neill enquanto ele fez parte da equipe do governo americano é descrito no livro "O Poder do Hábito", de Charles Duhigg. Na verdade, por mais que pareça estranho, a má formação dos professores era a origem da alta taxa de mortalidade infantil nos Estados Unidos naquela época. Atacar a fonte do problema foi a solução que possibilitou uma melhoria significativa nos números.  

Conforme o livro relata, O'Neill ficou encarregado de investigar porque a taxa de mortalidade infantil nos Estados Unidos estava maior do que na Europa e alguns países da América do Sul. O problema era ainda mais grave em regiões rurais do país. Sua estratégia para identificar a raiz do problema foi insistir em fazer novas perguntas sempre que alguém lhe indicava alguma resposta.  

Durante o período de investigação, descobriu pesquisas que indicavam que a principal causa das mortes era o nascimento de prematuros. Em seguida, percebeu que os nascimentos precoces aconteciam porque as mães estavam desnutridas.  

Sendo assim, seria preciso melhorar a dieta das mães antes mesmo delas engravidarem. Isso significava implementar programas de nutrição no ensino médio, para garantir que os bons hábitos de alimentação fossem incorporados antes delas se tornarem sexualmente ativas. Na implementação desta fase, O'Neill descobriu que os professores não tinham uma boa base de conhecimentos sobre biologia para instruir os estudantes, ou seja, investiu em melhorar essa formação.  

De acordo com o livro, o índice de mortalidade infantil nos Estados Unidos, hoje, é 68% menor em relação ao período em que O'Neill assumiu. Seu método de trabalho também ficou notoriamente conhecido dentro da Alcoa, quando assumiu a gestão no fim da década de 1980. Sua estratégia para fazer crescer a gigante de alumínio foi reformular e melhorar completamente os padrões de segurança do trabalho dentro da empresa. Melhorias sistemáticas, como reduzir o número de acidentes com funcionários que se queimavam com metal derretido, fizeram com que a empresa reformulasse o sistema de distribuição do metal, o que preservou a integridade física dos funcionários e reduziu o desperdício de matéria-prima.  

Ligar os fatos até a origem de um problema e adotar medidas para atacá-los pela raiz são estratégias que promovem efeitos positivos em cadeia. Esses problemas são chamados de hábitos angulares, ou seja, que podem influenciar uma série de eventos.  

Se você tem problemas em sua cadeia de produção, não adianta focar em medidas paliativas. Talvez a origem dos resultados ruins nas vendas esteja em problemas sobre os quais você ainda não faz a menor ideia. A solução é a persistência para investigar o que está acontecendo, para que você saiba exatamente onde agir e trazer soluções definitivas. Não tenha medo de questionar, traçar hipóteses, ouvir sua equipe e seu público. Além disso, tenha paciência para investigar os problemas. As respostas podem demorar a aparecer, mas uma vez que você é capaz de mudar um hábito angular, os bons resultados também tendem a permanecer por longo prazo.