Notícias

Voltar

 

Notícia publicada no dia: 04/03/2016

Produção da indústria cresce 0,4% em janeiro, mostra IBGE

Após sete meses seguidos de queda, a produção da indústria subiu 0,4% em janeiro na comparação com dezembro, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (4). Em relação a janeiro de 2015, a atividade fabril caiu 13,8%  - a maior queda desde abril de 2009.

Carros novos em montadora em Taubaté (SP) em março de 2015. (Foto: REUTERS/Roosevelt Cassio)
Produlçai de veículos automóveis continua caindo neste ano. (Foto: REUTERS/Roosevelt Cassio)

Em 12 meses, o indicador acumula recuo de 9%, o mais forte desde novembro de 2009, quando chegou a cair 9,4%.

De dezembro para janeiro, foram registrados resultados positivos na maioria dos ramos analisados, com destaque para a produção de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis, cuja alta foi de 2,8%.

Também contribuíram as produções de máquinas, aparelhos e materiais elétricos (6,1%), de bebidas (3,8%), de máquinas e equipamentos (3,1%), de produtos do fumo (24,5%), de produtos têxteis (7,1%), de perfumaria, sabões, produtos de limpeza e de higiene pessoal (1,4%), de produtos de metal (2,7%) e de móveis (7,8%).

Na contramão, foram reduzidas as produções das indústrias extrativas (-2,7%), de alimentos (-0,6%), de veículos automotores, reboques e carrocerias (-1,0%) e de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (-3,6%).

Entre as grandes categorias econômicas, a de bens de capital avançou 1,3% e a de bens intermediários, 0,8% . O setor produtor de bens de consumo semi e não-duráveis também cresceu, 0,3%. Por outro lado, o segmento de bens de consumo duráveis recuou 2,4%.