Notícias

Voltar

 

Notícia publicada no dia: 12/02/2016

Juro médio do crédito é o maior desde fevereiro de 2005, diz Anefac

As taxas de juros das operações de crédito seguiram subindo em janeiro de 2016, pelo 16º mês seguido, de acordo com pesquisa da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

Cartões de crédito acumulados, que são considerados maiores 'vilões' das finanças pessoais (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)Taxa média do cartão de crédito é a mais alta desde fevereiro de 2005. (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

A taxa média para pessoa física (crédito pessoal) aumentou de dezembro para janeiro, passando de 7,55% ao mês (139,78% ao ano) em dezembro de 2015 para 7,67% ao mês (142,74% ao ano) em janeiro de 2016 - a maior desde fevereiro de 2005.

No cartão de crédito, os juros estão em 410,97%. No mês anterior, a taxa média ficou em 399,84%. A taxa deste mês é a maior desde outubro de 1995, quando estava em 15,43% ao mês e 459,53% ao ano.

No caso do cheque especial, houve uma elevação de 1,86%, passando a taxa de 10,76% ao mês (240,88% ao ano) em dezembro de 2015, para 10,96% ao mês (248,34% ao ano) em janeiro de 2016. Segundo a Anefac, a taxa deste mês é a maior desde julho de 1999, quando atingiu 11,73% ao mês e 278,48% ao ano.

Das três linhas de crédito para pessoas jurídicas pesquisadas, todas sofreram aumento. A taxa de juros média geral para pessoa jurídica passou de 4,27% ao mês (65,16% ao ano) em dezembro de 2015 para 4,33% ao mês, ou 66,31% ao ano, em janeiro deste ano - a maior desde fevereiro de 2009.