Notícias

Voltar

 

Notícia publicada no dia: 12/08/2015

Empreender em serviços exige mão de obra qualificada; veja 4 passos

Muitas pessoas, com o objetivo de garantir o futuro e estabilidade, têm buscado um "plano B". As alternativas mais procuradas são as que proporcionam um retorno financeiro significativo, que seja maior do que no atual emprego. Com isso, o número de empreendedores tem aumentado nos últimos anos no Brasil.

E um dos segmentos que está atraindo muitos investidores é a área de serviços. Essa área apresenta diferentes opções de atuação e vários modelos de negócios, que atendem aos mais variados perfis de empreendedores.

Ao optar por esse segmento é importante saber que ele apresenta algumas particularidades, onde alguns detalhes são fundamentais para que a operação do negócio possa ter sucesso. Abaixo listo alguns diferenciais que o segmento demanda.

1. Recrute uma excelente equipe 

Buscar no mercado pessoas qualificadas acima da média é um grande desafio em todas as áreas, por isso, monte um plano de recrutamento e seleção, bastante efetivo, onde você possa de fato unir conhecimentos técnicos com atitudes comportamentais.

Planeje um tempo maior para se dedicar a entrevistar um maior número de candidatos à vaga e não decida antes de ter ao menos dois candidatos que cubram o perfil pré definido para cada atividade. Assim, você terá opção ao fazer sua escolha e poderá contar com o colaborador a médio e longo prazo, o que não acontecerá se o perfil não estiver adequado à função, tendo que fazer a substituição a curto prazo .

Ao trabalhar no segmento de serviços, seja ele, por exemplo, em academias; lavanderias; instituto de beleza; escolas de idiomas ou cursos técnicos, entre outros, a experiência de consumo, está ligada diretamente ao atendimento que é oferecido, desde o primeiro contato até a efetivação do serviço, portanto isso fica muito mais perceptível o contato humano.

Ao oferecer um serviço para o consumidor, tenha em mente que você está proporcionando uma experiência para alguém que acredita na sua marca, que acima de tudo, confia nos serviços que serão prestados. A equipe que você escolher atuará diretamente com seus clientes, que é o seu bem mais precioso.

Portanto, tenha sabedoria e bom senso para montar a equipe que trabalhará com você. Testes de perfil, técnicos ou comportamentais, podem ajudá-lo na escolha dos seus funcionários.

2. Treine constantemente sua equipe

Treinamento nunca é demais. Lembre – se: seus funcionários precisam ser altamente capacitados, pois serão eles que vão prestar o serviço para o consumidor. Não basta oferecer um treinamento inicial. O treinamento da sua equipe deve ser constante para que eles possam estar alinhados e preparados para atender as expectativas do seu público. Sua equipe é responsável pela qualidade do serviço que será prestado.

O ideal é que se crie um cronograma de treinamento anual, tanto de competências técnicas, como também motivacional. Se o negócio for de varejo, é fundamental introduzir reuniões semanais com a equipe, como forma de alinhar os objetivos de curto prazo individuais, como também os do grupo. Isso faz com que todos se sintam parte do todo, porém, com metas e responsabilidades individuais.

4. Equipe especializada

Outro diferencial que a área de serviços exige é que além de bem treinada, a equipe também precisa ser especializada. Por exemplo, se você operar no segmento de reparos de roupa, seus funcionários precisam saber corte e costura, impreterivelmente, e não apenas serem cordiais com o público.

Ter cursos de especialização poderão ser pré requisito para a contratação, ou você terá que oferecer os cursos de formação inicial internamente, ou fazer parcerias com instituições terceirizadas para preparação da equipe antes do incio na operação.

Portanto, para atuar na área de serviços não basta apenas ser empreendedor e entender de negócios. É preciso estar ciente que o "produto" que o seu cliente irá consumir é a experiência proporcionada pela marca e o atendimento recebido. Sendo assim é fundamental ter uma mão-de-obra competente.

Após decidir empreender, defina em qual segmento você irá atuar e qual será o modelo de negócio, B2B (onde você prestará serviço para outras empresas), B2C (atendimeto diretamente ao consumidor final). Essa tomada de decisão é de extrema importância, pois ela deverá estar alinhada com as suas expectativas e com o seu perfil.