Notícias

Voltar

 

Notícia publicada no dia: 05/03/2015

Imposto de Renda.

O melhor modelo de declaração é aquele que vai resultar em uma restituição maior de Imposto de Renda ou em um valor menor de imposto a pagar.

Isso varia de contribuinte para contribuinte e vai depender das despesas que ele tem.

Na declaração simplificada, a Receita adota um desconto de 20% sobre os rendimentos tributáveis. Este desconto abrange todas as deduções com despesas médicas, de instrução, com dependentes; enfim, todos os gastos que o contribuinte possa ter tido. Não há necessidade de comprovação destes gastos e o desconto está limitado a R$15.880,89 em 2015.

esse modelo pode ser utilizado independentemente do montante dos rendimentos recebidos e do número de fontes pagadoras.

Já a declaração completa é aquela em que o contribuinte declara cada uma das despesas que teve durante o ano, como gastos com dependentes ou despesas médicas. Há necessidade de comprovação destas despesas e estes comprovantes devem ficar guardados por no mínimo 5 anos.

Como decidir?

O próprio programa mostra qual é a opção pela qual o contribuinte paga menos imposto ou restitui mais. 

Se os gastos com dependentes, despesas médicas, com educação, pensão alimentícia, livro-caixa e previdência ultrapassarem R$15.880,89, pode ser mais vantajoso declarar pelo modelo completo.

Fonte: Receita Federal