Notícias

Voltar

 

Notícia publicada no dia: 09/01/2015

Inflação começou 2015 em alta nas capitais, mostra FGV

O ano começou com mais inflação em todas as sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A maior alta de preços foi registrada no Rio de Janeiro, de 1,36% na primeira semana do ano, seguida por Porto Alegre, com inflação de 1,26%.

No conjunto das sete capitais, a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) ficou em 0,96%, acima dos 0,75% da semana anterior. Além das capitais fluminense e gaúcha, Recife também teve alta acima desse patamar, de 0,82%.

Já as menores taxas foram registradas em Brasília (0,59%), Belo Horizonte (0,7%), São Paulo (0,79%) e Salvador (0,78%).

Influências por capital
No Rio, as principais influências de alta viram dos preços da batata inglesa, que subiu 43,86%, e da tarifa de táxi, com alta de 9,44%.

Em Porto Alegre, a tarifa de eletricidade foi o item que mais pesou, com alta de 24,41%, seguida por condomínio residencial (4,52%).

A batata também foi a maior influência de alta no Recife, com variação de 22,01%, seguida pela cebola (22,49%).

Em Salvador, os transportes foram os "vilões": a tarifa de ônibus urbano subiu 3,69% e a de táxi, 45,33%.

Em São Paulo, a conta de luz e o aluguel foram os itens que mais pesaram, com altas de ,76% e 0,99%, respectivamente.

Batata e conta de luz também pesaram no bolso em Belo Horizonte (com altas de 42,28% e 2,83%) e em Brasília (29,18% e 1,47%). .