Notícias

Voltar

 

Notícia publicada no dia: 22/09/2014

3 erros que podem ameaçar o sucesso da sua franquia

Muitos empreendedores acreditam que o mais importante é dar o primeiro passo, tirar do papel a ideia e transformá-la em realidade. Porém, estar atento ao dia a dia do negócio é tão importante quanto inaugurá-lo, pois as decisões do empresário podem afetar diretamente o tempo de vida do empreendimento.

Por falta de experiência, ou mesmo devido à rapidez com que as decisões devem ser tomadas, é comum vermos negócios bem estruturados falirem.

A necessidade do lucro imediato é um dos fatores que podem fazer com que o empresário cometa erros que podem ser irremediáveis. Independente de ser empreendedor de primeira viagem, alguns pontos são fundamentais para o sucesso do negócio.

1. Misturar dinheiro da empresa com dinheiro de uso pessoal

Desde o inicio, o empresário deve saber distinguir sua vida financeira pessoal e a do novo negócio. A receita gerada deve ser utilizada unicamente na manutenção do empresa, pagamento de encargos, funcionários e tudo mais que seja relacionado ao dia a dia do empreendimento.

Nunca inclua despesas pessoais como sendo do negócio. Em um mês isso pode não alterar a saúde da empresa, mas, no longo prazo, pode acarretar um rombo imensurável no seu cofre.

Para evitar isso, é importante definir desde o início um pro labore, que equivale a uma retirada mensal para remunerar o seu trabalho como operador ou gestor da sua empresa.

2. Pensar no curto prazo

Outro erro que os empreendedores cometem é pensar no curto prazo. Para que o negócio tenha uma vida longa e saudável, é necessário que o empresário tome decisões pensando também no médio e longo prazo.

Muitos empreendedores são ótimos vendedores e conseguem rapidamente atingir o faturamento planejado para o tempo de maturação do seu negócio.

Porém, muitas vezes, não são capazes de conseguir extrair dele a rentabilidade esperada, por uma falha de gestão e controle das despesas e investimentos do seu negócio.

O mais importante é que o empresário saiba com clareza de onde vem as receitas e onde estão as despesas do seu negócio, pois só é possível melhorar aquilo que é medido e acompanhado.

3. Má administração do estoque

A má administração do estoque é outro ponto que pode desestabilizar o bom andamento de um negócio. O empresário deve saber quando reabastecê-lo e em qual quantidade.

Compras efetuadas em demasia podem provocar encalhe de produto ou validade vencida, no caso do segmento de alimentação. Se o negócio trabalhar com um grande mix de produtos ou com lançamentos de coleção, redobre a atenção na hora de definir e repor o estoque.

O acompanhamento do giro é imprescindível, pois deve-se estar atento à demanda de cada item. Hoje, o mercado também dispõe de vários sistemas de gestão e controle de estoque que podem ajudá-lo nesta importante tarefa.

O grande diferencial do empreendedor de sucesso é estar presente no dia a dia do negócio, acompanhando e ajustando rapidamente sua estratégia de acordo com o desempenho do empreendimento, seja cortando custos ou gerando novas receitas, sem perder de vista os movimento do seu mercado.